Domingo
24 de Março de 2019 - 

STANCHI & OLIVEIRA

Cotação da Bolsa de Valores

Bovespa 0,92% . . . .
Dow Jone ... % . . . .
NASDAQ 0,02% . . . .
Japão 1,86% . . . .

Previsão do tempo

Hoje - Rio de Janeiro, RJ

Máx
30ºC
Min
24ºC
Predomínio de

Segunda-feira - Rio de Jane...

Máx
31ºC
Min
24ºC
Parcialmente Nublado

Terça-feira - Rio de Janei...

Máx
31ºC
Min
24ºC
Parcialmente Nublado

Quarta-feira - Rio de Janei...

Máx
29ºC
Min
24ºC
Chuvas Isoladas

Controle de Processos

Campanha de saúde

A Assembleia Legislativa do Estado de Goiás (Alego) promoveu, ao longo desta quinta-feira, 14, a 20ª campanha da Diretoria de Saúde e Meio Ambiente do Trabalho no saguão da Casa. Na ocasião, foram distribuídos aos servidores e visitantes do Legislativo o composto homeopático, usado para amenizar as fortes dores e a indisposição causadas pela dengue. O composto, desenvolvido pelo Hospital de Medicina Alternativa (HMA), também pode ser usado como preventivo na epidemia. Não há restrições para uso do medicamento. Ao todo, foram oferecidas 809 doses do composto, sendo 438 delas no período matutino e 371 no vespertino. A Diretoria de Saúde da Casa alerta que a dengue é uma doença viral aguda, sendo um problema de saúde pública em todo o mundo, especialmente em países tropicais como o Brasil. “As condições do ambiente, aliadas a características urbanas, favorecem o desenvolvimento e a proliferação do mosquito transmissor, o Aedes aegypti”, reforça a diretora de Saúde, Raquel Franco. Segundo boletim emitido pela Secretaria de Estado da Saúde de Goiás (SES-GO), o Estado já registrou mais de 15 mil casos de dengue até meados de fevereiro deste ano. Goiânia conta com o maior número de regístros. Na sequência estão os municípios de Aparecida de Goiânia, Anápolis, Posse e Rio Verde.   Estudos apontam que o Brasil vive, atualmente, uma situação de emergência. O País tem enfrentado, especialmente nos últimos anos, a crescente incidência de diferentes doenças atreladas ao mesmo mosquito. Dentre elas: a Zika, Chikungunya e febre amarela. Cuidados domésticos A diretora de Saúde da Alego lembra que, além do composto homeopático, usado como preventivo, outras medidas simples podem ser adotadas de maneira a evitar a proliferação do mosquito. “Não deixar água acumulada, ter cuidados básicos com o lixo doméstico, descartar adequadamente latas, garrafas, potes e outros utensílios”.  A médica lembra ainda que é importante observar a presença de água acumulada em pneus, além de tampar bem os poços e caixas d’água, limpar as lajes e desentupir as calhas.
14/03/2019 (00:00)
Visitas no site:  2729885
© 2019 Todos os direitos reservados - Certificado e desenvolvido pelo PROMAD - Programa Nacional de Modernização da Advocacia