Quarta-feira
12 de Dezembro de 2018 - 

STANCHI & OLIVEIRA

Cotação da Bolsa de Valores

Bovespa 0,92% . . . .
Dow Jone ... % . . . .
NASDAQ 0,02% . . . .
Japão 1,86% . . . .

Controle de Processos

CPI das Universidades

Durante sessão ordinária desta terça-feira, 11, o vice-presidente da Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) das Universidades, deputado Humberto Aidar (MDB), apresentou requerimento solicitando a prorrogação por mais 60 dias dos trabalhos. As denúncias estão sendo apuradas desde o dia 11 de abril, data em que convocados e convidados iniciaram fase de depoimentos no Legislativo goiano. Esta CPI, criada para investigar possíveis irregularidades no funcionamento de faculdades particulares situadas em Goiânia e em outros municípios do Estado, é presidida pelo deputado Talles Barreto (PSDB) e tem como relator o deputado Simeyzon Silveira (PSD). São, ainda, membros titulares, Lívio Luciano (Podemos) e Jean Carlo (PSDB). A suplência é ocupada pelos parlamentares Lincoln Tejota (Pros), Luis Cesar Bueno (PT), Wagner Siqueira (MDB), Karlos Cabral (PDT) e Carlos Antonio (PTB). A Comissão esteve em Brasília-DF no dia 8 de agosto, para entregar ao Ministério da Educação (MEC) mais de 5 mil páginas de documentos. A CPI aguarda, agora, posicionamento da pasta para finalizar o relatório dos trabalhos. O relator Simeyzon Silveira afirma ser imprescindível que o Ministério da Educação seja ouvido para a formulação de um relatório final. Segundo ele, uma audiência pública com a presença do titular da Secretaria de Regulação e Supervisão do MEC será realizada em breve, na Assembleia Legislativa de Goiás, para que o órgão estabeleça o seu olhar sobre as situações que foram encontradas nas oitivas realizadas.
11/09/2018 (00:00)
Visitas no site:  2234954
© 2018 Todos os direitos reservados - Certificado e desenvolvido pelo PROMAD - Programa Nacional de Modernização da Advocacia