Segunda-feira
10 de Dezembro de 2018 - 

STANCHI & OLIVEIRA

Cotação da Bolsa de Valores

Bovespa 0,92% . . . .
Dow Jone ... % . . . .
NASDAQ 0,02% . . . .
Japão 1,86% . . . .

Controle de Processos

Fórum do Setor Energético

Os recorrentes problemas nacionais relacionados à energia elétrica fizeram com que os Estados passassem a repensar a matriz energética brasileira. A exemplo disso, Goiás tem concretizado iniciativas que visam o fomento de fontes energéticas limpas para que sejam integradas à sua matriz hidráulica. Há exatos três anos, a Assembleia Legislativa tem dado uma importante contribuição para este processo. Na manhã desta sexta-feira, 7, o Fórum do Setor Energético realizou no Plenário do Conselho Regional de Engenharia e Agronomia de Goiás (Crea-GO), a sua 19ª reunião oficial. Esta plataforma de debates do Parlamento goiano foi criada por uma iniciativa do presidente da Comissão de Minas e Energia, deputado Simeyzon Silveira (PSD), que, desde então, preside todos os seus encontros. Diferentes atores se reuniram para protagonizarem, juntos, uma história de desenvolvimento econômico e sustentável a partir do incentivo a matrizes limpas de geração de eletricidade, em especial, por meio de sistema solar fotovoltaico. “A parceria entre Governo Estadual, Legislativo Goiano, Prefeitura de Goiânia, entidades fiscalizadoras, do setor produtivo, sociedade civil organizada, universidades, grupos empresariais e instituições financeiras, tem transformado o cenário energético do Estado, o qual, sem dúvida, revela potencial para ainda mais crescimento”, afirmou Simeyzon. O parlamentar, que não foi reeleito para a 19ª Legislatura da Alego, disse que já está em articulação com o Governo de transição para que as conquistas obtidas após todas as articulações feitas pelo Fórum do Setor Energético sejam continuadas na próxima gestão do Poder Executivo Estadual. Simeyzon também articula para que haja sequência permanente nos trabalhos da plataforma. ConquistasA maioria das conquistas intermediadas pelo Fórum do Setor Energético se encontra efetivada por meio do programa Goiás Solar, lançado com objetivo de incentivar a geração e o consumo de energia solar fotovoltaica. O programa, consolidado pelo ex-governador Marconi Perillo (PSDB), foi planejado e executado pela Secretaria de Meio Ambiente e Recursos Hídricos (Secima), com apoio da Associação Brasileira de Energia Solar (Absolar). Sobre este assunto, Simeyzon disse que o governador eleito Ronaldo Caiado (DEM) já sinalizou que manterá as políticas públicas que se mostraram efetivas. O deputado também ressaltou que o fomento a matrizes energéticas limpas é uma questão que será tratada como substancial pela próxima gestão. “Ainda que não seja como parlamentar, continuarei comprometido com o setor energético de Goiás. Atuaremos não só para que o tema fique vivo dentro do próximo Governo, mas para que ele avance ainda mais.” O deputado também afirmou que dará sequência à interlocução para garantir que o Estado de Goiás continue sendo vitrine, não só para outros Estados brasileiros, mas para o mundo. Nesta perspectiva, ele lembra que, em agosto deste ano, o Fórum realizou o seu 1º Seminário Internacional de Energia. “Um momento ímpar para o intercâmbio de informações e que elevou o Estado a um novo patamar na discussão sobre a temática”, finalizou.
07/12/2018 (00:00)
Visitas no site:  2226918
© 2018 Todos os direitos reservados - Certificado e desenvolvido pelo PROMAD - Programa Nacional de Modernização da Advocacia