Segunda-feira
18 de Junho de 2018 - 

STANCHI & OLIVEIRA

Cotação da Bolsa de Valores

Bovespa 0,92% . . . .
Dow Jone ... % . . . .
NASDAQ 0,02% . . . .
Japão 1,86% . . . .

Previsão do tempo

Domingo - Rio de Janeiro, R...

Máx
24ºC
Min
20ºC
Chuva

Hoje - Rio de Janeiro, RJ

Máx
21ºC
Min
17ºC
Chuvas Isoladas

Terça-feira - Rio de Janei...

Máx
24ºC
Min
16ºC
Nublado com Pancadas

Quarta-feira - Rio de Janei...

Máx
26ºC
Min
17ºC
Nublado com Possibil

Controle de Processos

Inscrição preliminar no concurso público para serviços notariais e registrais no AM começa no próximo dia 15

Começa no dia 15 de janeiro o prazo para inscrição preliminar no concurso público para a delegação de serviços notariais e registrais pelo Tribunal de Justiça do Amazonas (TJAM). O certame é para atender 51 serventias (cartórios extrajudiciais) que estão vagas no Estado. Desse número, em 34 serventias, o ingresso será através de provimento, com quatro vagas reservadas a pessoa com deficiência; e em 17, o ingresso se dará por meio de remoção, sendo duas vagas reservadas a PcD. O prazo de inscrição preliminar vai até o dia 2 de março deste ano, por meio do site . O valor da taxa da inscrição preliminar é de R$ 250 e, em relação aos casos enquadrados no item de isenção da taxa, o resultado da análise dos pedidos será pulgado até 18h do dia 9 de fevereiro, pela internet, conforme edital. No , foi publicada uma alteração na data da prova objetiva, que será realizada agora no dia 6 de maio deste ano, um domingo. Os candidatos pré-classificados para a prova escrita e prática serão convocados por edital no dia 19 de junho, em ordem de pré-classificação, com as respectivas notas. Para concorrer às vagas com ingresso por remoção, poderão se inscrever os titulares de serventias extrajudiciais do Estado do Amazonas, independentemente de entrância, que já detenham a delegação por mais de dois anos, contados da data do efetivo exercício na atividade até a data da primeira publicação do Edital. Somente poderão concorrer à remoção candidatos titulares de delegações do Amazonas. Para concorrer a vagas com ingresso por provimento, poderão se inscrever: os candidatos que tenham concluído o curso de graduação em Direito, em instituição de ensino oficial ou devidamente reconhecida pelo MEC, conforme edital; os candidatos que tenham exercido por dez anos completos, até a data da primeira publicação do Edital, a função em serviço notarial ou de registro. O concurso público, para os dois critérios de ingresso, será efetuado mediante aplicação de provas objetiva de seleção, escrita e prática, oral e de títulos, em que serão avaliados os conhecimentos e habilidades técnicas dos candidatos. Os programas e objetos das provas constam no Anexo IV do edital. Todas as provas serão realizadas na cidade de Manaus, exceto a prova de títulos. A prova objetiva, que foi remarcada para maio, terá 100 questões, com 45 de Direito Notarial e Registral; Direito Civil, Direito Empresarial / Comercial e Direito Processual Civil – 25 questões; Direito Constitucional, Direito Administrativo e Direito Tributário – 15 questões; Direito Penal e Direito Processual Penal – cinco questões; Normas Especiais – cinco questões; e Conhecimentos Gerais – cinco questões. A duração será de quatro horas. Ainda de acordo com o edital, não será convocado para a prova escrita e prática, o candidato que obtiver nota inferior a 5,0 na prova objetiva. Texto: Acyane do Valle Foto: Arquivo TJAM | Raphael Alves
12/01/2018 (00:00)
Visitas no site:  1669185
© 2018 Todos os direitos reservados - Certificado e desenvolvido pelo PROMAD - Programa Nacional de Modernização da Advocacia