Sexta-feira
14 de Dezembro de 2018 - 

STANCHI & OLIVEIRA

Cotação da Bolsa de Valores

Bovespa 0,92% . . . .
Dow Jone ... % . . . .
NASDAQ 0,02% . . . .
Japão 1,86% . . . .

Previsão do tempo

Hoje - Rio de Janeiro, RJ

Máx
36ºC
Min
23ºC
Poss. de Panc. de Ch

Sábado - Rio de Janeiro, R...

Máx
38ºC
Min
23ºC
Pancadas de Chuva a

Domingo - Rio de Janeiro, R...

Máx
35ºC
Min
23ºC
Pancadas de Chuva a

Segunda-feira - Rio de Jane...

Máx
36ºC
Min
24ºC
Parcialmente Nublado

Controle de Processos

Juiz Jesseir Coelho preside nesta quinta (17) júri popular de homem acusado de simular o suicídio da esposa

O juiz Jesseir Coelho de Alcântara, da 3ª Vara dos Crimes Dolosos Contra a Vida de Goiânia, presidirá nesta quinta-feira (17), a partir das 8h30, o júri popular de Renato Oliveira de Souza. Ele é acusado de matar a esposa Juliana Brandão Lourinho, com a ajuda de seus pais, Noemia Marinho de Oliveira e Nelson Rodrigues Souza. O julgamento será realizado no Tribunal do Júri do Fórum Criminal Des. Fenelon Teodoro Reis, localizado no Jardim Goías. Conforme a denúncia oferecida pelo Ministério Público do Estado de Goias, Renato e Juliana eram casados, mas tinham um relacionamento caracterizado por brigas frequentes. O crime aconteceu no dia 22 de outubro de 2009 por volta das 01 hora. A peça acusatória aponta que, após consumir drogas com uma conhecida, Renato voltou para o seu apartamento, arrombou a porta e agrediu fisicamente sua esposa até ela ficar desfalecida. Em seguida, cortou a tela de proteção da janela e jogou o corpo de uma altura de aproximadamente 10 andares. Depois foi até o local onde o corpo estava para simular que sua esposa havia praticado suicídio. Neste momento, segundo a denúncia, seus pais permaneceram no apartamento, trocando os lugares dos objetos na intenção de alterar a cena do crime. A defesa de Renato Oliveira, acusado de homicídio, e de seus pais denunciados por inovar artificiosamente o estado de lugar, com o fim de induzir a erro, previsto no art. 347, do Código Penal, será feita pelo advogado Asdrubal Carlos Mendanha. E a acusação será feita pelo promotor Aguinaldo Tocantis.Tweet
16/05/2018 (00:00)
Visitas no site:  2244817
© 2018 Todos os direitos reservados - Certificado e desenvolvido pelo PROMAD - Programa Nacional de Modernização da Advocacia