Domingo
22 de Julho de 2018 - 

STANCHI & OLIVEIRA

Cotação da Bolsa de Valores

Bovespa 0,92% . . . .
Dow Jone ... % . . . .
NASDAQ 0,02% . . . .
Japão 1,86% . . . .

Previsão do tempo

Hoje - Rio de Janeiro, RJ

Máx
24ºC
Min
20ºC
Chuva

Segunda-feira - Rio de Jane...

Máx
21ºC
Min
17ºC
Chuvas Isoladas

Terça-feira - Rio de Janei...

Máx
24ºC
Min
16ºC
Nublado com Pancadas

Quarta-feira - Rio de Janei...

Máx
26ºC
Min
17ºC
Nublado com Possibil

Controle de Processos

Maria da Penha chega à OAB/MS

A Ordem dos Advogados do Brasil, Seccional Mato Grosso do Sul recebeu com muita alegria na tarde desta quarta-feira (16), Maria da Penha Maia Fernandes, vítima emblemática de violência doméstica que dá nome à Lei 11.340/2006. Na ocasião, várias entidades do Estado prestaram homenagens a ela. Em forma de cordel, Tião Simpatia apresentou a lei para todas as autoridades presentes. Em seguida, Glória Nantes emocionou a todos com um poema destinado a Maria da Penha. Com a palavra, o presidente a Ordem dos Advogados do Brasil, Seccional de Mato Grosso do Sul, Mansour Karmouche agradeceu a presença da Maria da Penha e ressaltou quão importante ela é, não só para as mulheres, mas para toda a sociedade. “Essa mulher não é só um nome, mas é um símbolo de uma luta contra a violência. Nós, como sul-mato-grossense que somos, temos orgulho de estar recebendo-a no nosso Estado. Maria da Penha, você não tem noção de como você inspira, não só mulheres, mas homens também”, disse. Mansour falou ainda sobre o quanto a história de Maria da Penha tem inspirado a sociedade. “O maior legado que uma pessoa pode deixar na vida é um trabalho bem feito, é uma inspiração. A imortalidade está justamente nesses atos. Já me perguntaram: como é possível se tonar imortal? É inspirando pessoas por gerações e gerações. E você inspira pessoas. Você é um símbolo”, acrescentou. Em um breve pronunciamento, a Conselheira Estadual da OAB/MS e membro da Comissão Nacional da Mulher Advogada, Eclair Nantes também agradeceu a presença da Maria da Penha e destacou a ações que Mato Grosso do Sul vem fazendo no combate a violência contra a mulher. Representando o Governo do Estado, a Subsecretária Estadual, Luciana Azambuja listou algumas das ações realizadas no estado, como a lei estadual que institui o mês de agosto como o mês da campanha Agosto Lilás, e a campanha Maria da Penha vai à Escola. “Nós somos um estado pequeno, com 79 municípios, dos quais 57 aderiram à campanha agosto lilás ano passado”, declarou. A subsecretária de Políticas para as Mulheres, Carla Stephanini, salientou as conquistas das mulheres na política do Estado. “O estado de Mato Grosso do Sul foi o primeiro no nosso país a ter um organismo governamental de política para as mulheres, em 1999. A partir daí o trabalho não parou, só cresceu, porque hoje nós temos uma subsecretaria da mulher”. Em seu discurso, Maria da Penha revelou as dificuldades da implementação da lei em municípios pequenos do Brasil. “A cultura do machismo impede que os gestores dos pequenos municípios também tenham interesse em criar essas políticas públicas”, salientou. Após contar sua triste história de violência, Maria da Penha listou toda a sua peregrinação até conseguir que a justiça fosse feita e seu agressor punido, e ainda o caminho que percorreu até que a lei, que hoje leva seu nome, entrasse em vigor. Maria da Penha concluiu seu discurso ressaltando a importância do investimento na educação para que a cultura do machismo seja combatida. “A cultura machista, como qualquer outra, só se desconstrói através da educação. A gente ainda não conseguiu que nacionalmente seja criada uma estrutura educativa para que, desde o ensino fundamental, as crianças sejam conscientizadas sobre a Lei Maria da Penha”, concluiu. Também prestaram homenagens a Maria da Penha o Presidente da Caixa de Assistência aos Advogados, José Armando Amado; a Vice-Prefeita Adriane Lopes; a Subsecretária Municipal, Maritza Cogo; a Diretora da Secretaria da União das Advogadas do Brasil, Silvia Carvalho; o Comandante da Polícia Militar, Coronel Waldir Ribeiro Acosta; a Vice-Presidente do Instituto Sul-mato-grossense para Cegos, Telma Nantes de Matos; a Presidente do Conselho Estadual dos Direitos da Mulher, Ângela Vanessa Epifânia e a Conselheira Internacional a Federação de Mulheres de Carreira Jurídica, Luciana Branco.
16/05/2018 (00:00)
Visitas no site:  1741201
© 2018 Todos os direitos reservados - Certificado e desenvolvido pelo PROMAD - Programa Nacional de Modernização da Advocacia