Sábado
21 de Abril de 2018 - 

STANCHI & OLIVEIRA

Cotação da Bolsa de Valores

Bovespa 0,92% . . . .
Dow Jone ... % . . . .
NASDAQ 0,02% . . . .
Japão 1,86% . . . .

Previsão do tempo

Hoje - Rio de Janeiro, RJ

Máx
28ºC
Min
22ºC
Parcialmente Nublado

Domingo - Rio de Janeiro, R...

Máx
29ºC
Min
23ºC
Parcialmente Nublado

Segunda-feira - Rio de Jane...

Máx
29ºC
Min
20ºC
Poss. de Panc. de Ch

Terça-feira - Rio de Janei...

Máx
29ºC
Min
21ºC
Poss. de Panc. de Ch

Controle de Processos

Ministra Cármen Lúcia parabeniza TJ/AL por finalizar cadastro no BNMP 2.0

Em encontro, que reuniu presidentes de tribunais do país, no STF, presidente Otávio Praxedes expôs principais ações de sua gestão A ministra Cármen Lúcia destacou, nesta segunda-feira (16), durante reunião realizada em Brasília, com presidentes de tribunais de justiça do país, o trabalho do Tribunal de Justiça de Alagoas (TJ/AL), presidido pelo desembargador Otávio Leão Praxedes, que finalizou o cadastramento dos presos em Alagoas no Banco Nacional de Monitoramento 2.0 (BNMP). Na reunião, convocada pela presidente do Supremo Tribunal Federal (STF) e do Conselho Nacional de Justiça (CNJ), também foi destacada a forma ágil como estão sendo conduzidas as demandas com réus presos, por meio das videoconferências, e os processos que envolvem questões de saúde, que contam com a Câmara Técnica de Saúde para dar suporte aos magistrados em suas decisões. O presidente Otávio Praxedes apresentou as principais ações conduzidas em sua gestão à frente do Poder Judiciário de Alagoas, tais como a realização de concurso público para servidores, agilidade no pagamento de precatórios, disponibilização de cursos para magistrados e servidores, alimentação do Cadastro Nacional de Presas Grávidas e Lactantes, entre outras. O corregedor nacional João Otávio de Noronha também recomendou aos presidentes que viabilizassem a transferência do Sistema de Automação do Judiciário (SAJ) para o Processo Judicial eletrônico (Pje), sistema desenvolvido pelo CNJ, em parceria com alguns tribunais e com participação da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB). Na oportunidade, a ministra Cármen Lúcia destacou a importância de aumentar a produtividade e a dedicação dos magistrados e servidores para aprimorar o atendimento aos jurisdicionados. BNMP Para ser o segundo estado do Nordeste a inserir todos os dados referentes aos presos em Alagoas no sistema do Conselho Nacional de Justiça (CNJ), a Presidência do TJ/AL criou um grupo de trabalho para se dedicar ao preenchimento das informações. Os trabalhos foram conduzidos pelo desembargador Celyrio Adamastor Accioly, vice-presidente do TJ/AL, com o apoio do corregedor-geral, desembargador Paulo Lima.
17/04/2018 (00:00)
Visitas no site:  1512812
© 2018 Todos os direitos reservados - Certificado e desenvolvido pelo PROMAD - Programa Nacional de Modernização da Advocacia