Sábado
21 de Abril de 2018 - 

STANCHI & OLIVEIRA

Cotação da Bolsa de Valores

Bovespa 0,92% . . . .
Dow Jone ... % . . . .
NASDAQ 0,02% . . . .
Japão 1,86% . . . .

Previsão do tempo

Hoje - Rio de Janeiro, RJ

Máx
28ºC
Min
22ºC
Parcialmente Nublado

Domingo - Rio de Janeiro, R...

Máx
29ºC
Min
23ºC
Parcialmente Nublado

Segunda-feira - Rio de Jane...

Máx
29ºC
Min
20ºC
Poss. de Panc. de Ch

Terça-feira - Rio de Janei...

Máx
29ºC
Min
21ºC
Poss. de Panc. de Ch

Controle de Processos

Projeto versa sobre escolha de diretor de unidade de educação básica

Está tramitando na Assembleia Legislativa de Goiás (Alego) o Projeto de Lei nº 1460/18 da Governadoria que dispõe sobre o processo de escolha dos diretores das unidades escolares da Rede Pública Estadual de Educação Básica do Estado de Goiás. O projeto, de iniciativa da Secretaria de Educação, Cultura e Esporte (Seduce), prevê assegurar condições, no prazo de dois anos, para a efetivação da gestão democrática da educação, associada a critérios, técnicas de mérito e desempenho e à consulta pública à comunidade escolar, no âmbito das escolas pública, prevendo recursos e apoio técnico da União. A Seduce afirma que, “a dimensão participativa e democrática da gestão escolar, a sistemática de escolha do gestor torna-se uma questão relevante e necessária, porquanto a democracia somente será plena se o processo de escolha do dirigente escolar também for democrático”. O órgão estadual registra que a gestão democrática das unidades escolares garante a centralidade da unidade escolar no Sistema e seu caráter público quanto ao financiamento, à gestão e destinação. "Juntamente a participação dos segmentos da comunidade escolar nos processos de elaboração das políticas das unidades escolares." Conforme o projeto, a organização pedagógica-administrativa será composta por diretor, secretário escolar, coordenador administrativo-financeiro, coordenador pedagógico e tutor educacional. O processo de voto se dará por meio da votação dos alunos com mais de 12 anos, aptos a votar para um mandato de quatro anos. A Governadoria ainda ressaltou que fica a cargo da Seduce o processo de votação para cada unidade escolar, assim como, também, o repasse de recursos financeiros e apoio administrativo às unidades escolares necessários. A proposta foi dirigida à Diretoria Parlamentar, encaminhado para a Secretaria de Apoio Legislativo para a avaliação.
13/04/2018 (00:00)
Visitas no site:  1512889
© 2018 Todos os direitos reservados - Certificado e desenvolvido pelo PROMAD - Programa Nacional de Modernização da Advocacia