Segunda-feira
20 de Agosto de 2018 - 

STANCHI & OLIVEIRA

Cotação da Bolsa de Valores

Bovespa 0,92% . . . .
Dow Jone ... % . . . .
NASDAQ 0,02% . . . .
Japão 1,86% . . . .

Controle de Processos

Representante do CRP-GO critica a falta de políticas básicas da saúde pública

Durante a audiência pública“Proteger e Cuidar É a Forma Mais Bela de Amar”, a representante do Conselho Regional de Psicologia (CRP-GO), Maria Aparecida Alves, criticou a falta de investimento na prevenção da saúde social, da saúde da família e dos distriros sanitários. Segundo ela, é preciso voltar ao básico para melhorar os índices que estão piorando expansivamente.“Nós estamos em um situação muito critica na saúde. Eu compartilho com vocês a minha vontade de chorar pela falta do básico na saúde. Quando ficamos sabendo que existem salas de vacina fechadas é inaceitavel. Nós não podemos atribuir culpa às famílias por essa situação. Não podemos atribuir aos técnicos essa culpa. A responsabilidade é do poder público”, falou.Ela também falou sobre o aspecto psiquiátrico que permeia a questão. “Na questão da saúde mental é importante saber que não existe causa e efeito diretos. Apenas uma causa pode ser determinante, que é a violência. A violência está intimamente ligada à depressão e transtornos mentais. É necessároi fazer um trabalho de prevenção de violências. Não é só o Caps, mas sim uma cadeia de política, prevenção e tratamento”, afirmou. A audiência pública, de iniciativa da deputada Delegada Adriana Accorsi (PT), tem lugar no Auditório Costa Lima da Casa de Leis, na manhã desta quinta-feira, 9.
09/08/2018 (00:00)
Visitas no site:  1842703
© 2018 Todos os direitos reservados - Certificado e desenvolvido pelo PROMAD - Programa Nacional de Modernização da Advocacia