Segunda-feira
18 de Dezembro de 2017 - 

STANCHI & OLIVEIRA

Cotação da Bolsa de Valores

Bovespa 0,92% . . . .
Dow Jone ... % . . . .
NASDAQ 0,02% . . . .
Japão 1,86% . . . .

Controle de Processos

Semana da Conciliação teve 944 acordos homologados no RN, com saldo de R$ 5,2 milhões negociados

O Núcleo Permanente de Mediação e Conciliação (Nupemec) do Tribunal de Justiça do RN pulgou os números finais da 12ª Semana Nacional da Conciliação, realizada no Rio Grande do Norte entre os dias 27 de novembro e 1º de dezembro. Após a realização de 3.930 audiências de conciliação, com participação de todas as comarcas do estado, foram obtidos 944 acordos, resultando em R$ 5.270.407,83 que beneficiarão as partes destes processos. Com esses números, o índice de sucesso nas conciliações chegou a 24,02%. Ao todo, foram atendidas 9.443 pessoas. Cejusc Natal Balanço do Centro Judiciário de Solução de Conflitos (Cejusc) de Natal indica um total de R$ 1.334.708,40 obtidos em acordos celebrados durante a edição deste ano da Semana Nacional da Conciliação. O Cejusc Natal realizou pauta concentrada com processos envolvendo demandas de consumidores contra empresas de bens e serviços. Entre os dias 27 de novembro e 1º de dezembro foram realizadas mais de 400 audiências de conciliação, no Complexo Judiciário, no bairro de Potilândia, com índice de acordos chegando a 65%. A pauta concentrada reuniu processos das empresas Amil, Banco do Brasil, Banco do Nordeste, Unimed, Itaú, Oi, Gol, Santander, Citibank, BV Financeira, além de ações já em trâmite no 2º grau. Também foram pautadas audiências das Varas de Família. Um dos destaques foi a participação da operadora de planos de saúde Amil, que realizou 90 acordos com consumidores, negociando mais de R$ 600 mil em indenizações. Em apenas uma das conciliações com a operadora, o valor chegou a R$ 50 mil. Nacional De acordo com o Conselho Nacional de Justiça (CNJ), em todo país tribunais da Justiça Estadual, da do Trabalho e da Federal realizaram mais de 271 mil audiências de casos já judicializados. Ao menos R$ 1,4 bilhão em valores foram reconhecidos e homologados em acordos de processos de pensão alimentícia, pórcio, desapropriação, inventário, partilha, guarda de menores e acidentes de trânsito, entre outros assuntos – um aumento de pelo menos 10% em comparação com os resultados do ano passado.
07/12/2017 (00:00)
Visitas no site:  1188409
© 2017 Todos os direitos reservados - Certificado e desenvolvido pelo PROMAD - Programa Nacional de Modernização da Advocacia