Sexta-feira
21 de Setembro de 2018 - 

STANCHI & OLIVEIRA

Cotação da Bolsa de Valores

Bovespa 0,92% . . . .
Dow Jone ... % . . . .
NASDAQ 0,02% . . . .
Japão 1,86% . . . .

Previsão do tempo

Hoje - Rio de Janeiro, RJ

Máx
30ºC
Min
20ºC
Pancadas de Chuva

Sábado - Rio de Janeiro, R...

Máx
29ºC
Min
20ºC
Poss. de Pancadas de

Domingo - Rio de Janeiro, R...

Máx
29ºC
Min
20ºC
Poss. de Panc. de Ch

Segunda-feira - Rio de Jane...

Máx
29ºC
Min
20ºC
Pancadas de Chuva a

Controle de Processos

TJSP em Números: Tribunal de São Paulo é o que menos pesa na economia de seu Estado

Gasto é 30% menor que a média nacional.           No segmento da Justiça Estadual, o Tribunal de São Paulo é o que menos pesa na economia de seu Estado. De acordo com o painel de indicadores do Justiça em Números, a despesa total do Tribunal em relação ao PIB do Estado (índice denominado G1) é de 0,56% em São Paulo. A média da Justiça Estadual é de 0,80%.         Isso significa que, quando se leva em consideração a despesa total do Tribunal em comparação ao PIB de seu Estado, o TJSP gasta 30% menos que a média nacional. Quando comparado ao índice do tribunal que apresentou a maior despesa, o gasto da Corte paulista é 77% inferior.         Apesar de ter a menor despesa/PIB, o Tribunal paulista recebe a maior demanda do País. Há no Estado 20,5 milhões de processos, o que representa 32% do total de ações na Justiça Estadual e 25% dos processos do Judiciário brasileiro. Outra comparação envolve produtividade. Mesmo gastando menos, São Paulo tem o segundo maior Índice de Produtividade por Magistrado (IPM), que atingiu 2.363, 28% acima da média nacional. O número é calculado pela relação entre o volume de casos baixados e o número de magistrados que atuaram durante o ano na jurisdição.         Confira abaixo o gráfico que demonstra a despesa total de cada tribunal estadual do Brasil em relação ao PIB.                    imprensatj@tjsp.jus.br
14/09/2018 (00:00)
Visitas no site:  1946155
© 2018 Todos os direitos reservados - Certificado e desenvolvido pelo PROMAD - Programa Nacional de Modernização da Advocacia