Quarta-feira
14 de Novembro de 2018 - 

STANCHI & OLIVEIRA

Cotação da Bolsa de Valores

Bovespa 0,92% . . . .
Dow Jone ... % . . . .
NASDAQ 0,02% . . . .
Japão 1,86% . . . .

Controle de Processos

Tribunais compartilham boas práticas

O Grupo de Trabalho Intersetorial do Tribunal Justiça do Pará (TJPA) para aprimoramento da consolidação de informações do Justiça em Número esteve reunido, na manhã desta sexta-feira, 9, com a equipe de Gestão Estratégica do Tribunal Regional do Trabalho da 8º Região (TRT8) a fim de trocar informações e compartilhar experiências de boas práticas para inserção, consolidação e análises de informações para elaboração do Relatório Justiça em Números. Durante a reunião, os integrantes grupo intersetorial apresentaram os sistemas de análise e controle de dados do TJPA que são gerenciados pela Secretaria de Informática e pelo Departamento de Planejamento, Gestão e Estatística à equipe do TRT8. No mês passado, o grupo estava naquela Corte Trabalhista com o intuito de também conhecer suas práticas de gestão, assim como ocorreu no Tribunal Regional Eleitoral do Pará (TRE-PA) O TRE-PA e TRT da 8ª Região possuem práticas de gestão judiciária de excelência e receberam, respectivamente, os selos Diamante e Ouro do Conselho Nacional de Justiça (CNJ) no ano passado. O objetivo é fomentar a qualidade dos dados estatísticos do Judiciário, sobretudo referentes ao Relatório Justiça em Números. Além disso, a Corte Trabalhista é a melhor avaliada entre os Tribunais de médio porte do segmento. O TRT8 apresentou as experiências da gestão por resultados da Corregedoria, do grupo de negócios, da conexão da Gestão Estratégica com a Estatística e a Tecnologia da Informação. “É cada vez maior a complexidade desse modelo gerencial e exige um conhecimento e compreensão dos números, além do impacto na prestação jurisdicional. Para isso, é preciso ter múltiplas áreas e conhecimento envolvidos. A integração dos vários atores está sendo um diferencial para o TRT8 e é o que mais pulgamos”, disse o coordenador de gestão Estratégica da Corte Trabalhista, Rodopiano Neto. O Tribunal Trabalhista criou uma Unidade de Negócios que consiste em um Grupo de Trabalho de Apoio ao e-Gestão (Sistema de Gerenciamento de Informações Administrativas e Judiciárias da Justiça do Trabalho). Ele é formado por magistrados e servidores de persas áreas e se integra com as unidades organizacionais, como Gestão Estratégica, Informática, Corregedoria e Estatística. O juiz Geraldo Neves Leite, integrante do Grupo Intersetorial do TJPA e coordenador do Macrodesafio Celeridade e Produtividade da Prestação Jurisdicional, destacou que a integração com os Tribunais Eleitoral e do Trabalho são importantes para a troca de boas práticas na área gerencial, além de apresentar as experiências do TJPA. “Esse passo foi importante, porque estamos no caminho da integração, inclusive de práticas que estão sendo desenvolvidas em Tribunais com condições próximas as nossas, como a grandiosidade do Estado e a complexidade de recursos humanos e financeiras, adotando boas práticas que aprimoram a gestão”, ressaltou. O Grupo de Trabalho Intersetorial tem a atribuição de atualizar e publicar guias práticos pertinentes às rotinas cartorárias que assegurem a correta utilização das movimentações relacionadas à baixa processual, estabelecer fluxo de trabalho pertinentes à interoperabilidade dos sistemas e implementar outras medidas emergenciais necessárias. O grupo tem à frente o vice-presidente do TJPA, desembargador Leonardo de Noronha Tavares, e o desembargador Luiz Gonzaga da Costa Neto, presidente da Comissão de Informática e do Grupo Gestor do PJe do TJPA. Entre os fluxos de trabalho já adotados, encontra-se, por exemplo, o Guia Prático de Baixa Processual do 1º Grau, que foi elaborado com a finalidade de orientar os magistrados e servidores do Poder Judiciário do Pará quanto à importância de realizar, correta e tempestivamente, os movimentos de baixa processual nos sistemas informatizados, visando espelhar a real produtividade das unidades judiciárias, para fins de consolidação e análise dos dados que compõem os indicadores do Relatório Justiça em Números.
Fonte:
TJ Para
09/11/2018 (00:00)
Visitas no site:  2141549
© 2018 Todos os direitos reservados - Certificado e desenvolvido pelo PROMAD - Programa Nacional de Modernização da Advocacia