Quarta-feira
14 de Novembro de 2018 - 

STANCHI & OLIVEIRA

Cotação da Bolsa de Valores

Bovespa 0,92% . . . .
Dow Jone ... % . . . .
NASDAQ 0,02% . . . .
Japão 1,86% . . . .

Controle de Processos

Ufal e Seune representam Alagoas no I Concurso de Júri Simulado Nacional da ENA

Estudantes de direito da Universidade Federal de Alagoas (Ufal) e da Seune participam em Brasília do I Concurso de Júri Simulado Nacional da ENA realizado no Conselho Federal da OAB. O evento teve início nesta quarta-feira (07) e segue até sexta-feira (09). Trata-se de iniciativa da Escola Nacional da Advocacia que promove embates entre as faculdades participantes, cuja participação e ordem dos confrontos foram decididas mediante sorteio realizado previamente. O integrante da Escola Superior de Advocacia (ESA) da OAB Alagoas, advogado Ronald Pinheiro, viajou para acompanhar o júri e participar da banca avaliadora. “Alagoas está muito bem representada pelos estudantes da Ufal e Seune, grandes vencedores das duas edições que a nossa Seccional realizou nos últimos dois anos. Esse é um momento único de integração entre os estudantes de direito dos mais diversos estados e a Advocacia nacional”, colocou Ronald Pinheiro. Para o presidente nacional da OAB, Claudio Lamachia, participar efetivamente de situações como o júri simulado é fundamental porque o múnus público da advocacia impõe a responsabilidade de preparar-se adequada e continuamente para o exercício dessa importante função social. “A ENA pretende fomentar cada vez mais o ensino jurídico e desenvolver uma aproximação da nossa OAB com as faculdades, universidades, estudantes e estagiários, pois esse é o verdadeiro cerne da escola. Saúdo todas as instituições e todos os presentes, parabenizando desde já por terem chegado até aqui. A prática é tão importante quanto a teoria, de modo a serem desenvolvidas em conjunto para um desenvolvimento profissional otimizado”, disse ele. O diretor-geral da ENA, josé Alberto Simonetti, também ressaltou a importância do ato. “Sintam-se todos vitoriosos, pois farão parte da história ao serem as primeiras equipes a participar deste júri simulado. A Escola Nacional da Advocacia está orgulhosa por organizar este evento, que conta com total apoio do Conselho Federal da OAB”, apontou. O coordenador pedagógico do Júri, Paulo José Pereira Trindade Júnior, reforçou que “o protagonismo do dia estava restrito aos participantes das sessões”. ***Com informações da OAB Nacional***
08/11/2018 (00:00)
Visitas no site:  2141589
© 2018 Todos os direitos reservados - Certificado e desenvolvido pelo PROMAD - Programa Nacional de Modernização da Advocacia