Quarta-feira
23 de Maio de 2018 - 

STANCHI & OLIVEIRA

Cotação da Bolsa de Valores

Bovespa 0,92% . . . .
Dow Jone ... % . . . .
NASDAQ 0,02% . . . .
Japão 1,86% . . . .

Controle de Processos

Vereadora Tatiana Lemos fala do papel do Estado em audiência contra a homofobia

Após cumprimentar a mesa e os presentes, a deputada Isaura Lemos (PCdoB) passou a palavra a vereadora por Goiânia, Tatiana Lemos, sua correligionária. Tatiana falou do seu orgulho em participar da causa e defendeu o papel do Estado enquanto garantidor do direito à persidade sexual. “O Estado brasileiro e o Brasil tem que entender que não é direito deles o corpo de nenhum de nós. Isso cabe a cada um inpidualmente. O Estado tem que se preocupar em garantir para todo o brasileiro, seja lá quem for, políticas públicas na saúde e educação para que a pessoa não comece a ser intimidada e rejeitada desde pequena”, comentou. A vereadora trouxe ainda em sua fala dados sobre a homofobia no Brasil. Segundo ela, a cada 19 horas uma pessoa LGBT é assassinada, violentada ou se suicida em função do preconceito, o que torna o país campeão nesta modalidade de crime. Tatiana também informou que a LGBTfobia foi responsável pelo aumento de 30% dos homicídios de LGBTs, em 2017. O número de casos registrados subiu de 343 para 445 em relação ao ano anterior. Tatiana compõe a mesa de trabalhos da audiência pública que debate “LGBTfobia e suas consequências”. O evento, que está em andamento no Auditório Costa Lima, da Assembleia Legislativa, marca a passagem, nesta quarta-feira, 17, do Dia Internacional e Estadual de combate à Homofobia.
17/05/2018 (00:00)
Visitas no site:  1631549
© 2018 Todos os direitos reservados - Certificado e desenvolvido pelo PROMAD - Programa Nacional de Modernização da Advocacia