Quinta-feira
23 de Maio de 2019 - 

STANCHI & OLIVEIRA

Cotação da Bolsa de Valores

Bovespa 0,92% . . . .
Dow Jone ... % . . . .
NASDAQ 0,02% . . . .
Japão 1,86% . . . .

Previsão do tempo

Hoje - Rio de Janeiro, RJ

Máx
32ºC
Min
18ºC
Parcialmente Nublado

Sexta-feira - Rio de Janeir...

Máx
32ºC
Min
18ºC
Pancadas de Chuva a

Sábado - Rio de Janeiro, R...

Máx
25ºC
Min
16ºC
Possibilidade de Chu

Domingo - Rio de Janeiro, R...

Máx
26ºC
Min
16ºC
Predomínio de

Controle de Processos

Diogo Moraes comemora certificação nacional para produtos pernambucanos

Os agropecuaristas pernambucanos poderão ter permissão para vender produtos para todo o País com certificação concedida pela Agência de Defesa e Fiscalização Agropecuária de Pernambuco (Adagro). A conquista do selo nacional foi festejada pelo deputado Diogo Moraes (PSB) em pronunciamento no Grande Expediente desta segunda (22). “Essa medida beneficia, inicialmente, os queijos artesanais do Estado, cujo carro-chefe é o queijo de coalho”, observou o parlamentar. “Por muitos anos, os produtores pernambucanos, além de serem fiscalizados pela Vigilância Sanitária estadual, não podiam comercializar suas mercadorias em outros Estados devido às barreiras federais. Mas, agora, eles podem vender do Oiapoque ao Chuí.” Publicada em portaria no Diário Oficial do dia 16 de abril, a novidade representa o reconhecimento do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa) da equivalência do Serviço de Inspeção da Adagro para a adesão ao Sistema Brasileiro de Inspeção de Produtos de Origem Animal (Sisbi-POA), que estabelece padrões e procedimentos para garantir a autenticidade dos produtos e a segurança alimentar. Na prática, a Agência poderá indicar, no sistema, estabelecimentos e itens para receber a certificação nacional. “Com isso, Pernambuco passa a ser o único Estado do Nordeste com um certificado de equivalência do Sistema de Inspeção. Isso significa um reconhecimento da qualidade do trabalho desenvolvido pela Adagro, que busca essa autorização desde 2012, assim como da atuação da Secretaria Estadual de Desenvolvimento Agrário”, frisou Moraes, acrescentando que o selo nacional trará “oportunidades de negócios aos produtores pernambucanos”. Ainda segundo o socialista, além das três indústrias que já estão cadastradas, outras 70 receberão o certificado no segundo semestre deste ano. E, até o final de 2020, quase a totalidade dos pequenos produtores deverão receber o selo do Sisbi-POA. “Em qualquer lugar do País, será possível comer queijo coalho fabricado com selo nacional de inspeção sanitária”, comemorou Moraes. Em aparte, o deputado Antonio Fernando (PSC) parabenizou o colega pelo tema e o Governo do Estado pela conquista. “Nas regiões do Agreste e do Sertão, pequenos produtores de leite e de queijo experimentam uma grande dificuldade pela ausência dessa certificação para que possam vender seus produtos”, relatou. Luto – Também no pronunciamento, Diogo Moraes lamentou a morte do vice-presidente do Conselho Distrital de Fernando de Noronha, Emerson Nilson, nesse domingo (21). “Ele tinha um olhar diferenciado sobre a ilha. Estava no primeiro mandato e era uma pessoa nova, cheia de vida. Quero desejar à família muito conforto”, registrou.
22/04/2019 (00:00)
Visitas no site:  3110757
© 2019 Todos os direitos reservados - Certificado e desenvolvido pelo PROMAD - Programa Nacional de Modernização da Advocacia