Sexta-feira
03 de Abril de 2020 - 

STANCHI & OLIVEIRA

Cotação da Bolsa de Valores

Bovespa 0,92% . . . .
Dow Jone ... % . . . .
NASDAQ 0,02% . . . .
Japão 1,86% . . . .

Previsão do tempo

Hoje - Rio de Janeiro, RJ

Máx
30ºC
Min
23ºC
Pancadas de Chuva a

Sábado - Rio de Janeiro, R...

Máx
26ºC
Min
21ºC
Possibilidade de Chu

Domingo - Rio de Janeiro, R...

Máx
26ºC
Min
22ºC
Predomínio de

Segunda-feira - Rio de Jane...

Máx
28ºC
Min
22ºC
Predomínio de

Controle de Processos

14/02/2020 - 14h18Exposição conta história da II Guerra e homenageia pracinhasSaguão do Fórum Cível e Fazendário recebe mostra até 28 de fevereiro

  Uniformes, caácetes, coldres, revistas americanas estão no acervo reunido pelo colecionador Arthur Brum dos Reis Um acervo de itens militares, com ênfase na Segunda Guerra Mundial e na participação da Força Expedicionária Brasileira (FEB), será exposto a partir da próxima segunda-feira (17/2) no saguão do Fórum Cível e Fazendário, em Belo Horizonte. O curador é o colecionador Arthur Brum dos Reis, que selecionou 200 itens para a exposição, entre eles uniformes, capacetes, medalhas, além de documentos e publicações da época. As peças estarão organizadas de forma a mostrar a cronologia da participação da FEB na guerra. Na abertura, o colecionador vai compartilhar com os presentes mais informações sobre o acervo, curiosidades específicas sobre algumas das peças e os heróis que as usaram, além de detalhes pouco mencionados daquela época e das batalhas. Arthur conta que sempre gostou de história e que o interesse em colecionar militaria – itens militares em geral e antigos – começou por volta de 2015, quando, em uma visita à casa de seus avós, descobriu fardas do pai, que serviu ao Exército em 1984. O interesse e as buscas sobre o assunto aumentaram ainda mais quando ele mesmo prestou o serviço militar em 2017. Arthur se deparou com a história da participação do Brasil na Segunda Guerra Mundial, o que o cativou muito, sobretudo no que se refere à FEB. Caderneta de anotações com símbolo das Forças Expedicionárias Brasileiras Atualmente, o colecionador estuda História na PUC e vem se dedicando a pesquisas sobre a Segunda Guerra e a participação do Brasil no conflito. Arthur passou a colecionar especialmente itens ligados à FEB e também ao Exército americano, ao qual a FEB se aliou para o combate naquela guerra. Em 2018 Arthur organizou a primeira exposição de seu acervo, no clube de tiro do qual participava. Depois, expôs alguns itens em persas instituições, como Amagis e Isabela Hendrix. Essa será a quarta mostra, com um número maior de itens, organizada por ele. O Brasil na Segunda Guerra Mundial O colecionador destaca que o Brasil declarou guerra à Alemanha em agosto de 1942, após uma série de ataques a navios brasileiros, que causaram a morte de muitos militares nas costas do País. O Brasil já havia cortado relações com a Alemanha em reação ao ataque a Pearl Harbor, ocorrido em 1941. Hitler determinou que os submarinos que navegavam próximo à costa brasileira afundassem os navios brasileiros, porque poderiam transportar insumos utilizados na produção de equipamentos. A partir de então, a defesa da costa e a retaliação à atitude hostil da Alemanha motivaram a participação das forças militares nacionais na grande guerra. Serviço Exposição de itens militares da Segunda Guerra Mundial Abertura: 17 de fevereiro, às 19h Local: Saguão do Fórum Cível e Fazendário Endereço: Avenida Raja Gabaglia, 1.753, Luxemburgo – BH/MG Período de exposição: 17 a 28 de fevereiro  
14/02/2020 (00:00)
Visitas no site:  6511997
© 2020 Todos os direitos reservados - Certificado e desenvolvido pelo PROMAD - Programa Nacional de Modernização da Advocacia