Quinta-feira
25 de Fevereiro de 2021 - 

STANCHI & OLIVEIRA

Cotação da Bolsa de Valores

Bovespa 0,92% . . . .
Dow Jone ... % . . . .
NASDAQ 0,02% . . . .
Japão 1,86% . . . .

Controle de Processos

67 juízes se reúnem para debater preparativos da 16ª Semana da Justiça pela Paz em Casa

A primeira reunião da Coordenadoria da Mulher em Situação de Violência Doméstica, que tem à frente a desembargadora Marlúcia de Araújo Bezerra, reuniu 67 juízes nesta sexta-feira (19/02). O encontro virtual discutiu a preparação da 16ª Semana da Justiça pela Paz em Casa, que deve ocorrer de 8 a 12 de março. Entre as participantes, as juízas Rosa Mendonça e Teresa Germana Lopes de Azevedo, do 1º e 2º Juizado da Mulher de Fortaleza, respectivamente. Também foram apresentadas muitas manifestações sobre as boas práticas que vêm sendo desenvolvidas pelos magistrados nos processos envolvendo a violência doméstica e familiar contra a mulher. “A reunião teve um resultado bastante positivo em face da troca de ideias sobre as boas práticas que já vêm sendo executadas por vários juízes, além da preparação dos trabalhos referentes à 16ª Semana da Justiça pela Paz em Casa”, destacou a desembargadora Marlúcia de Araújo Bezerra. Após a fala da presidente da Coordenadoria, a juíza Teresa Germana Lopes de Azevedo, titular do 2º Juizado de Violência Doméstica e Familiar contra a Mulher de Fortaleza, apresentou uma exposição sobre os relatórios das edições anteriores da Semana pela Paz em Casa, com dados extraídos do site do Conselho Nacional de Justiça (CNJ). Segundo a magistrada, “a análise cuidadosa desses dados é fundamental para o êxito dos trabalhos”. A força-tarefa ocorre três vezes por ano nos meses de março, agosto e novembro, e consiste em um mutirão de audiências, despachos, decisões e sentenças nos processos relativos aos casos de violência doméstica e familiar contra a mulher, em todo o território nacional.
19/02/2021 (00:00)
Visitas no site:  10260881
© 2021 Todos os direitos reservados - Certificado e desenvolvido pelo PROMAD - Programa Nacional de Modernização da Advocacia