Quinta-feira
06 de Agosto de 2020 - 

STANCHI & OLIVEIRA

Cotação da Bolsa de Valores

Bovespa 0,92% . . . .
Dow Jone ... % . . . .
NASDAQ 0,02% . . . .
Japão 1,86% . . . .

Previsão do tempo

Hoje - Rio de Janeiro, RJ

Máx
25ºC
Min
18ºC
Predomínio de

Sexta-feira - Rio de Janeir...

Máx
25ºC
Min
19ºC
Parcialmente Nublado

Sábado - Rio de Janeiro, R...

Máx
26ºC
Min
19ºC
Predomínio de

Domingo - Rio de Janeiro, R...

Máx
26ºC
Min
19ºC
Predomínio de

Controle de Processos

Aplicativo “SOS Mulher”: vítimas podem pedir ajuda apertando apenas um botão

Ferramenta agiliza atendimento a mulheres com medidas protetivas.   O aplicativo SOS Mulher possibilita que vítimas com medidas protetivas concedidas pelo Tribunal de Justiça de São Paulo possam solicitar ajuda apenas apertando um botão no celular. Termo de cooperação entre a Corte paulista e a Polícia Militar do Estado de São Paulo prevê o compartilhamento diário de dados de processos em que houve acolhimento de medida protetiva de urgência, buscando dar agilidade e efetividade à proteção à mulher em risco. Saiba mais no vídeo. Foi republicado ontem (1) o Comunicado Conjunto n° 482/19, que contém alterações na Tabela de Movimentações que deve ser observada pelas unidades judiciais. Em razão de o aplicativo utilizar exclusivamente dados fornecidos pelo TJSP, sempre que houver concessão, modificação ou revogação das medidas, seja em ação cautelar, auto de prisão em flagrante, ou qualquer outro procedimento, as unidades devem observar as movimentações especificadas no comunicado.   Funcionamento – O acesso ao socorro pelo aplicativo se dá em três passos simples. Primeiro, é necessário ter medida protetiva concedida pelo Tribunal de Justiça de São Paulo; com a medida válida, é preciso instalar a ferramenta disponível para download para IOS e Android e realizar cadastro dos dados pessoais.  Os usuários cadastrados podem pedir ajuda sempre que estiverem em perigo. Para isso, é preciso apertar o botão disponível na ferramenta por cinco segundos. Automaticamente é gerada uma ocorrência de risco à integridade física pelos Centros de Operações da Polícia Militar (Copom) em todo o Estado. Após a chegada da equipe policial, é essencial que o usuário apresente a decisão do juiz, comprovando o descumprimento da medida protetiva e as providências decorrentes.   imprensatj@tjsp.jus.br   Siga o TJSP nas redes sociais: www.facebook.com/tjspoficial www.twitter.com/tjspoficial www.youtube.com/tjspoficial www.flickr.com/tjsp_oficial www.instagram.com/tjspoficial 
02/07/2020 (00:00)
Visitas no site:  7868859
© 2020 Todos os direitos reservados - Certificado e desenvolvido pelo PROMAD - Programa Nacional de Modernização da Advocacia