Quinta-feira
06 de Agosto de 2020 - 

STANCHI & OLIVEIRA

Cotação da Bolsa de Valores

Bovespa 0,92% . . . .
Dow Jone ... % . . . .
NASDAQ 0,02% . . . .
Japão 1,86% . . . .

Previsão do tempo

Hoje - Rio de Janeiro, RJ

Máx
25ºC
Min
18ºC
Predomínio de

Sexta-feira - Rio de Janeir...

Máx
25ºC
Min
19ºC
Parcialmente Nublado

Sábado - Rio de Janeiro, R...

Máx
26ºC
Min
19ºC
Predomínio de

Domingo - Rio de Janeiro, R...

Máx
26ºC
Min
19ºC
Predomínio de

Controle de Processos

Deputado propõe uso de recursos de inclusão em publicidades e discursos

  Assegurar o direito à informação para as pessoas com deficiência (PCDs) nos pronunciamentos, discursos oficiais e publicidade dos órgãos e instituições de administração do Estado. Esse é o principal intuito do Projeto de Lei (PL) apresentado, nesta semana, pelo deputado Roberto Cidade (PV). A importância da propositura se justifica com as estatísticas. No Amazonas, são pouco mais de um milhão de pessoas com algum tipo de deficiência. Segundo o autor do PL, é preciso pensar nessa parcela da população, garantindo que a informação chegue de forma correta e precisa. O Art.2º da propositura separa as deficiências em três eixos: Pessoa com Deficiência de natureza física, mental, intelectual ou sensorial; Deficiência Auditiva e Deficiência Visual. “Precisamos garantir cada vez mais que as pessoas com deficiência, tenham direito à informação. Por isso, os órgãos do estado precisam planejar formas de comunicação e recursos de acessibilidade abrangentes e inclusivos”, defendeu. O Projeto determina ainda que o Poder Público promova o desenvolvimento de tecnologias assistivas e sociais, para aumentar e garantir a participação das pessoas com deficiência na sociedade. Determina ainda, a obrigatoriedade da acessibilidade nos sites públicos e privados de acordo com as melhores práticas e com as diretrizes internacionais. “Os órgãos e entidades da Administração Estadual deverão estabelecer mecanismos e alternativas técnicas que tornem acessíveis às mensagens pulgadas em sua publicidade”, pontuou. Roberto Cidade lembra que o PL abrange todas as formas de inclusão, por isso, o Artigo 6º considera os seguintes recursos de acessibilidade: formato acessível, legendas, legendas ocultas, janela com intérprete de libras, audiodescrição, Braille, caracteres ampliados e formatos aumentativos e alternativos de comunicação. A proposta vai ser encaminhada para análise das Comissões Permanentes da Assembleia Legislativa do Amazonas (Aleam).     Gabinete do Deputado Roberto Cidade (PV) Texto: Assessoria do Deputado Moara Cabral (92) 99242 – 8724    
02/07/2020 (00:00)
Visitas no site:  7868402
© 2020 Todos os direitos reservados - Certificado e desenvolvido pelo PROMAD - Programa Nacional de Modernização da Advocacia