Sábado
27 de Novembro de 2021 - 

STANCHI & OLIVEIRA

Cotação da Bolsa de Valores

Bovespa 0,92% . . . .
Dow Jone ... % . . . .
NASDAQ 0,02% . . . .
Japão 1,86% . . . .

Previsão do tempo

Hoje - Rio de Janeiro, RJ

Máx
30ºC
Min
25ºC
Chuvas Isoladas

Domingo - Rio de Janeiro, R...

Máx
26ºC
Min
23ºC
Predomínio de

Segunda-feira - Rio de Jane...

Máx
30ºC
Min
25ºC
Parcialmente Nublado

Terça-feira - Rio de Janei...

Máx
29ºC
Min
24ºC
Nublado

Controle de Processos

INSTITUCIONAL: CNJ abre consulta pública para elaborar as Metas Nacionais de 2022

Está aberta consulta pública para a sociedade sugerir o que deve ser priorizado pelos tribunais brasileiros no ano de 2022. Realizada pelo Conselho Nacional de Justiça (CNJ), a pesquisa faz parte da elaboração das Metas Nacionais do Poder Judiciário de 2022. O formulário possibilita sugestões de metas nos cinco ramos da Justiça: estadual, federal, do trabalho, eleitoral e militar, bem como para o Superior Tribunal de Justiça (STJ) e o Tribunal Superior do Trabalho (TST). As respostas vão auxiliar na identificação dos desafios considerados mais urgentes pelos cidadãos, a fim de superá-los. O compromisso firmado pelos presidentes dos tribunais para aprimorar a prestação jurisdicional é representado pelas Metas Nacionais do Poder Judiciário. Também, por meio das metas, monitora-se a Estratégia Nacional do Poder Judiciário, visto que esta tem o objetivo de melhorar os resultados dos indicadores de desempenho dos macrodesafios da Estratégia Nacional. Após análise dos resultados da consulta pública, considerando a viabilidade e pertinência das sugestões, será organizada a proposta de Metas Nacionais. O documento será submetido à aprovação dos órgãos do Judiciário em dezembro de 2021, durante o 15º Encontro Nacional do Poder Judiciário. O formulário está acessível até o dia 3 de novembro. Clique aqui para participar! AB Assessoria de Comunicação Social Tribunal Regional Federal da 1ª Região  
22/10/2021 (00:00)
Visitas no site:  13330255
© 2021 Todos os direitos reservados - Certificado e desenvolvido pelo PROMAD - Programa Nacional de Modernização da Advocacia