Sexta-feira
23 de Outubro de 2020 - 

STANCHI & OLIVEIRA

Cotação da Bolsa de Valores

Bovespa 0,92% . . . .
Dow Jone ... % . . . .
NASDAQ 0,02% . . . .
Japão 1,86% . . . .

Previsão do tempo

Hoje - Rio de Janeiro, RJ

Máx
28ºC
Min
20ºC
Parcialmente Nublado

Sábado - Rio de Janeiro, R...

Máx
29ºC
Min
21ºC
Pancadas de Chuva

Domingo - Rio de Janeiro, R...

Máx
24ºC
Min
22ºC
Nublado

Segunda-feira - Rio de Jane...

Máx
26ºC
Min
22ºC
Parcialmente Nublado

Controle de Processos

Justiça Comunitária promove ação em comunidades atingidas pelo fogo no Pantanal mato-grossense

Nem mesmo o fogo que tem destruído grandes extensões territoriais do Pantanal mato-grossense e causado comoção em todo o planeta foi impeditivo para que a equipe do programa Justiça Comunitária se deslocasse até comunidades atingidas pela devastação na última quinta e sexta-feira (17 e 18 de setembro). Sob condução do juiz José Antonio Bezerra Filho, a equipe atendeu cerca de 40 famílias nas comunidades de Mocambo e Pimenteira, no distrito de São Pedro de Joselândia.   Ao todo, foram distribuídos aproximadamente 1,2 mil quilos de alimentos, roupas, produtos de limpeza e kits odontológicos, doados por instituições parceiras como a Receita Federal, a Polícia Federal e a Associação Mato-grossense de Magistrados.   Eleí Maria Santana da Silva, uma das moradoras beneficiadas com a ação, era só alegria ao receber as doações, neste momento de tristeza em razão da devastação do bioma Pantanal. “Vai ajudar muito, muito. Os alimentos nós não temos condição de estar comprando. As roupas que estão doando, cada coisa que vocês estão doando, cada vez mais estamos precisando. Espero que voltem, porque estamos precisando. Que Deus abençoe vocês e que venham cada vez mais”, assinalou à equipe.   Conforme o magistrado, essa foi outra ação bastante abençoada e que, além das doações, levou esclarecimentos sobre saúde, especialmente sobre a leishmaniose e hanseníase, sobre os riscos da pandemia da Covid-19, orientações sobre direitos e também sobre o meio ambiente.   Dessa vez, relata o juiz José Antonio, conhecido como doutor Tony, o que mais impactou toda a equipe foi a gravidade das queimadas na região. “O mais preocupante, infelizmente, foi ver o fogo no Pantanal, com situações de muito perigo e risco. A população está vivendo um verdadeiro caos. A situação realmente é de reflexão porque tomou proporções sem controle”, lamentou.   O juiz lembrou ainda que o programa Justiça Comunitária e o Tribunal de Justiça têm atuado de maneira incansável no sentido de fazer a diferença na vida dessas pessoas. “Elas aguardam ansiosamente a nossa visita, a gente já sabe. Temos as lideranças, que são nossos parceiros e amigos que nos ajudam lá, e a situação realmente é de calamidade. Mas agora, com as bençãos de Deus, as chuvas vão trazer alívio à região”, destacou.   Frentes de trabalho – Além de levar esclarecimentos sobre a pandemia, a equipe da Justiça Comunitária segue criteriosamente as recomendações de segurança para evitar a propagação da Covid-19 durante os atendimentos às comunidades. Também tem prestado atendimento com relação ao risco do fogo no Pantanal.   Além disso, em razão da experiência adquirida ao longo do projeto Ribeirinho Cidadão, promove esclarecimentos sobre doenças comuns na região, como a leishmaniose.   Busca ainda, permanentemente, firmar parcerias para angariar bens para as doações. “Os sacolões e as roupas que nós também conseguimos junto à Receita e à Polícia Federal dignificam nossas ações. A Associação Mato-grossense de Magistrdos também tem sido nossa parceira com relação aos kits odontológicos”, complementa. “Temos várias frentes de trabalho, com a conscientização, e a população sendo prestigiada, principalmente nos rincões de difícil acesso. Temos sido incansáveis nesse trabalho.”      
Visitas no site:  8925863
© 2020 Todos os direitos reservados - Certificado e desenvolvido pelo PROMAD - Programa Nacional de Modernização da Advocacia