Terça-feira
22 de Setembro de 2020 - 

STANCHI & OLIVEIRA

Cotação da Bolsa de Valores

Bovespa 0,92% . . . .
Dow Jone ... % . . . .
NASDAQ 0,02% . . . .
Japão 1,86% . . . .

Previsão do tempo

Hoje - Rio de Janeiro, RJ

Máx
24ºC
Min
20ºC
Chuva

Quarta-feira - Rio de Janei...

Máx
23ºC
Min
20ºC
Chuva

Quinta-feira - Rio de Janei...

Máx
26ºC
Min
21ºC
Parcialmente Nublado

Sexta-feira - Rio de Janeir...

Máx
28ºC
Min
21ºC
Predomínio de

Controle de Processos

Justiça Restaurativa realiza Círculos Restaurativos Virtuais

A equipe da Justiça Restaurativa atende toda a área criminal da comarca de Goiânia e, devido a pandemia, buscou uma forma de adaptar sua metodologia de atendimento. Dessa forma, desde o mês de junho, vem realizando encontros virtuais com os participantes, chegando a atender a mais de cem pessoas. Mesmo à distância, integrantes da equipe defendem que é “possível manter um espaço de diálogo respeitoso e escuta ativa, estabelecer conexão, promover reflexão”. Há relatos, inclusive, de participantes que estão gostando dos círculos virtuais pois se sentem mais confortáveis pra falar fora do ambiente do fórum, que não precisam se deslocar de longa distância no transporte público, segundo a assistente social e coordenadora técnica, Mônica Vieira da Silva Borges. A servidora ainda afirma que “a experiência dos círculos virtuais foi uma surpresa positiva. Os participantes têm gostado muito da oportunidade de fala que o círculo proporciona, uma vez que, com pandemia e o isolamento social, a iniciativa permite ver e conversar com gente diferente, fora do convívio familiar”. Justiça Restaurativa A Justiça Restaurativa é uma abordagem que busca promover justiça a partir do resgate das potencialidades e fragilidades da condição humana, de forma coletiva. A proposta é identificar as necessidades da pessoa ofendida, da ofensora e das demais envolvidas, buscando tratar os danos a fim de melhorar a situação conflituosa, na medida do que é possível. No âmbito do Tribunal de Justiça do Estado de Goiás, a realização é atrelada ao Núcleo Permanente de Métodos Consensuais de Soluções e Conflitos (Nupemec), coordenado pela juíza Maria Socorro de Sousa Afonso da Silva. A iniciativa prioriza o diálogo entre os envolvidos na relação conflituosa e terceiros atingidos, buscando oportunizar a reflexão sobre o senso de responsabilização, para que sejam compreendidas as consequências da conduta e o dano causado, o impacto na vida de outras pessoas, e, assim, seja possível contribuir, conscientemente, com a construção de mecanismos para a reparação dos danos e para que não volte a ocorrer a conduta. Para a assistente social Mônica Borges, a ação representa “um processo participativo, mais humano e justo de resolução de conflitos, sem eliminar ou afastar a solução tradicional”. (Texto: Lilian Cury - Centro de Comunicação Social do TJGO)
06/08/2020 (00:00)
Visitas no site:  8461388
© 2020 Todos os direitos reservados - Certificado e desenvolvido pelo PROMAD - Programa Nacional de Modernização da Advocacia