Terça-feira
04 de Agosto de 2020 - 

STANCHI & OLIVEIRA

Cotação da Bolsa de Valores

Bovespa 0,92% . . . .
Dow Jone ... % . . . .
NASDAQ 0,02% . . . .
Japão 1,86% . . . .

Previsão do tempo

Hoje - Rio de Janeiro, RJ

Máx
29ºC
Min
12ºC
Predomínio de

Quarta-feira - Rio de Janei...

Máx
30ºC
Min
13ºC
Parcialmente Nublado

Quinta-feira - Rio de Janei...

Máx
30ºC
Min
13ºC
Predomínio de

Sexta-feira - Rio de Janeir...

Máx
30ºC
Min
14ºC
Predomínio de

Controle de Processos

Léo Prates diz que prefeitura entrou com recurso e aguarda decisão do STF sobre leitos da Covid-19 no Hospital Salvador

1 de 1 Leitos para tratamento da Covid-19 no Hospital Sagrada Família, em Salvador — Foto: Divulgação/Prefeitura de Salvador O secretário de saúde de Salvador, Leo Prates, informou em entrevista ao jornal da Manhã, nesta sexta-feira (31), que a prefeitura recorreu da decisão do STF que suspendeu a instalação de leitos para Covid-19 no Hospital Salvador, na capital baiana. "Aguardamos a situação do nosso recurso, ao eminente Ministro Dias Toffoli, para abertura de mais 14 leitos no Hospital Salvador. Só aguardamos essa decisão judicial para abrir esses 14 leitos", disse. Os leitos de UTI na unidade de saúde estavam previstos para serem instalados no Hospital Salvador desde o início de julho deste ano. Entretanto no dia 1º de julho, a Justiça acatou um pedido da Universidade Federal da Bahia (Ufba) e embargou os 24 leitos do Hospital Salvador que seriam dedicados exclusivamente para atendimento a pacientes com o novo coronavírus. O embargo ocorreu após uma ação movida pela Ufba, que alega que o tratamento de pessoas com Covid-19 na unidade coloca em risco a saúde de gestantes da Maternidade Climério de Oliveira , gerida pela universidade, e que está com a UTI funcionando no Hospital Salvador, temporariamente. Quase 15 dias depois, o prefeito ACM Neto informou que a prefeitura conseguiu suspender liminar que embargava leitos para pacientes com Covid-19 na unidade, e que os novos leitos seriam instalados ainda neste mês de julho. No entanto, houve novo embargo, agora do STF, após decisão no dia 23 de julho. Na ocasião, o prefeito informou que a Procuradoria Geral do Município iria tratar do assunto. Mortes por Covid-19 em Salvador Ainda durante a entrevista, Leo Prates falou sobre o alto número de mortes por coronavírus em Salvador pulgado no boletim de quinta-feira (30), da Secretaria Estadual de Saúde. Das 70 mortes no estado, 44 foram de pacientes que moravam na capital baiana. Segundo a Sesab, o alto número de mortes se deve a um represamento temporário dos dados do município, em virtude da metodologia utilizada. O órgão de saúde informou que, após a confirmação laboratorial, existe uma etapa de investigação epidemiológica e os casos são confirmados após as duas análises. Na entrevista, Leo Prates explicou a situação. "Nós estamos com dados em queda ou estáveis. Na questão do número de óbitos, nós estamos estáveis, na questão da média móvel. O que aconteceu no dia de ontem foi que houve um represamento. Nós temos duas coisas: primeiro na questão do resultado dessas pessoas que foram a óbito, com suspeita de Covid-19; e a segunda é a investigação epidemiológica feita pela Secretaria Municipal de Saúde. Não são mortes que aconteceram todas no dia de ontem", disse. O secretário informou ainda que, de acordo com os dados epidemiológicos, Salvador está apresentando queda de números na cidade. Ainda na quinta-feira, o prefeito ACM Neto anunciou que a taxa de ocupação de leitos de UTI para Covid-19 em Salvador caiu para 68%. "Nós temos o fator R, que é o fator que diz quantas pessoas, cada contaminado, está contaminando. E nós estamos há 15 dias com menos de um, na verdade com 0,7. Esse fator foi usado para reabertura do comércio em grandes partes das cidades do mundo. Quer dizer que a Covid passou? Não. Quer dizer que estamos enfrentando bem essa doença. Nós temos um recuo da média móvel de quase 60%, comparado dos últimos sete dias, com os últimos 14 dias. Nossos números são bastante positivos quando você só olha só a cidade de Salvador", explicou. Veja mais notícias do estado no G1 Bahia.
31/07/2020 (00:00)
Visitas no site:  7848816
© 2020 Todos os direitos reservados - Certificado e desenvolvido pelo PROMAD - Programa Nacional de Modernização da Advocacia