Sexta-feira
22 de Outubro de 2021 - 

STANCHI & OLIVEIRA

Cotação da Bolsa de Valores

Bovespa 0,92% . . . .
Dow Jone ... % . . . .
NASDAQ 0,02% . . . .
Japão 1,86% . . . .

Previsão do tempo

Hoje - Rio de Janeiro, RJ

Máx
24ºC
Min
19ºC
Predomínio de

Sábado - Rio de Janeiro, R...

Máx
27ºC
Min
20ºC
Chuvas Isoladas

Domingo - Rio de Janeiro, R...

Máx
30ºC
Min
23ºC
Chuvas Isoladas

Segunda-feira - Rio de Jane...

Máx
24ºC
Min
21ºC
Chuva

Controle de Processos

Negado pedido de liberdade para Alexandra Dougokenski

A Juíza de Direito Marilene Parizotto Campagna rejeitou novo pedido de soltura de Alexandra Salete Dougokenski, acusada de matar o filho, Rafael Winques, 11 anos, em maio do ano passado, na cidade de Planalto. “Permenecem íntegros os fundamentos expostos anteriormente, em especial na decisão do evento 470 que examinou argumentos quase idênticos aos ora apresentados, sem que tenha havido alteração na situação fática”, afirmou a magistrada, responsável pela Vara Judicial da Comarca local, na decisão desta sexta-feira, 24/9, . Alexandra cumpre prisão preventiva desde 13/7/20 na Penitenciária. A defesa sustentou a inexistência de motivos e fundamentos para manutenção da reclusão, ao entender que a acusada não oferece risco à sociedade, que seu estado de saúde tem se agravado, e que a aplicação de medidas cautelares permitiria que a ré retornasse a conviver com o outro filho. Remarcado A Juíza já havia negado a soltura de Alexandra no último dia 13, quando decidiu pelo adiamento do júri para o dia 21/3/22. Leia mais https://www.tjrs.jus.br/novo/noticia/caso-rafael-marcada-nova-data-do-juri/ Além do homicídio qualificado , a acusada responderá perante o Tribunal do Júri da Comarca pelos crimes conexos de ocultação de cadáver, falsidade ideológica e fraude processual. São agravantes ainda os fatos do crime ter sido cometido contra menor de 14 anos e contra descendente. Rafael Mateus Winques desapareceu em 15/5/20, na cidade de Planalto. O corpo foi encontrado 10 dias depois, em uma caixa de papelão colocada no terreno da casa vizinha onde vivia com a mãe. A causa da morte indicada pela perícia foi asfixia mecânica, provocada por estrangulamento.
24/09/2021 (00:00)
Visitas no site:  12886442
© 2021 Todos os direitos reservados - Certificado e desenvolvido pelo PROMAD - Programa Nacional de Modernização da Advocacia