Terça-feira
16 de Agosto de 2022 - 

STANCHI & OLIVEIRA

Cotação da Bolsa de Valores

Bovespa 0,92% . . . .
Dow Jone ... % . . . .
NASDAQ 0,02% . . . .
Japão 1,86% . . . .

Controle de Processos

Plano de Gestão: Comitê de Acompanhamento realiza 11º encontro com gestores

O Comitê de Acompanhamento do Plano de Gestão (Caplag), do Tribunal de Justiça de Sergipe, realizou, nesta sexta-feira, dia 01/07, a sua 11ª reunião. O Plano de Gestão tem em seu portfólio um total de 262 projetos, dos quais 68% já foram concluídos. Atualmente no 3º ciclo, cujo fechamento é no mês de agosto, o Plano de Gestão acompanha 133 projetos. O Presidente do Poder Judiciário de Sergipe, Des. Edson Ulisses de Melo e os demais membros do Comitê buscam nas reuniões priorizar os projetos da Gestão, acompanhar o portfólio, auxiliar os gestores, aprovar novos projetos e autorizar implantações. “Nas nossas reuniões fazemos uma escuta ativa acerca do andamento dos projetos por seus respectivos gestores. Nosso intuito é sempre auxiliar os gestores e darmos uma colaboração para a conclusão dos projetos que possam apresentar algum entrave ou dificuldade. O objetivo maior é tornar ainda mais eficiente a prestação de serviços do Judiciário à sociedade e precisamos para isso, intensificar as forças para entregarmos os projetos, ao término da nossa gestão, de forma eficaz e, assim, nos orgulharmos de termos cumprido o nosso dever”, alertou o desembargador. O Plano de Gestão está pidido em cinco eixos, nos quais os projetos do atual ciclo estão assim distribuídos: Excelência da Área-fim, 54 projetos; Cidadania, Diálogo, Cultura e Memória Judiciária, 13 projetos; Transformação Digital, 20 projetos; Pessoas e Gestão, 24 projetos; e Excelência da Área-meio, 22 projetos. De acordo com Charlton Almeida, Chefe da Divisão de Planos e Programas, da Diretoria de Planejamento e Desenvolvimento (Diplad), três setores do TJSE, a Coordenadoria da Infância e Juventude, a Coordenadoria da Mulher e a Secretaria de Finanças já concluíram todos os projetos previstos no 3º ciclo do Plano de Gestão. “Planejamento, acompanhamento, controle, gerenciamento são boas práticas que elevam as chances de um projeto ser concluído com sucesso. Considerando o total dos projetos, estamos em bom andamento com 68% de projetos já conclusos. Nesse terceiro ciclo, o eixo Excelência da Área-Fim é o que contempla mais projetos, 41% dos projetos”, avaliou Charlton Almeida. O Núcleo Permanente de Justiça Restaurativa (Nupejure), por intermédio da Juíza Hercília Fonseca, solicitou uma mudança no Projeto de Implantação, Difusão e Expansão da Justiça Restaurativa do TJSE, o qual será desmembrado em outros sete projetos. São projetos que já estão em andamento, a dizer: implantar o Nupejure e o Centro Judiciário de Justiça Restaurativa (Cejure), o qual já houve a implantação, com a Resolução a ser encaminhada para o Pleno do TJSE; implantar as práticas restaurativas no Juizado da Infância e Juventude – 17ª Vara Cível; desenvolver JR na execução das medidas socioeducativas; Advogado Dativo Facilitador; estabelecer cooperação com a universidades, UFS e UNIT para construção de modelo de monitoramento de práticas restaurativas e para pulgação das práticas, respectivamente. Durante a reunião, foi aprovado um novo projeto que é o livro da 1ª edição do Prêmio TJSE de Jornalismo, cujo gestor é o Gabinete da Presidência, por meio da Diretoria de Comunicação. A publicação conterá as produções jornalísticas premiadas na 1ª edição do Prêmio TJSE de Jornalismo, realizado em 2021. Foram ainda aprovadas adequações em projetos da Secretaria de Tecnologia da Informação; dado ciência ao Comitê acerca de projetos cuja conclusão se dará para além do 3º ciclo e, por fim, apresentados os 17 projetos concluídos no intervalo de um mês, desde a última reunião do Caplag, em 24/05.
01/07/2022 (00:00)
Visitas no site:  16366748
© 2022 Todos os direitos reservados - Certificado e desenvolvido pelo PROMAD - Programa Nacional de Modernização da Advocacia