Terça-feira
12 de Novembro de 2019 - 

STANCHI & OLIVEIRA

Cotação da Bolsa de Valores

Bovespa 0,92% . . . .
Dow Jone ... % . . . .
NASDAQ 0,02% . . . .
Japão 1,86% . . . .

Previsão do tempo

Hoje - Rio de Janeiro, RJ

Máx
26ºC
Min
22ºC
Chuvas Isoladas

Quarta-feira - Rio de Janei...

Máx
30ºC
Min
20ºC
Pancadas de Chuva a

Quinta-feira - Rio de Janei...

Máx
26ºC
Min
22ºC
Chuva

Sexta-feira - Rio de Janeir...

Máx
28ºC
Min
23ºC
Chuva

Controle de Processos

Presidente da Saneago diz que venda de ações não é privatização

O presidente da estatal de água e esgoto Saneago, Ricardo Soavinski, explicou detalhes do projeto de lei enviado pela Governadoria que permite venda de 49% das ações da companhia. O debate está sendo realizado em audiência pública na manhã desta quinta-feira, 17, no auditório Costa Lima. O evento foi proposto pelo deputado Antônio Gomide (PT), presidente da Comissão de Obras Públicas da Assembleia Legislativa de Goiás.Soavinski começou traçando um panorama atual da companhia e da qualidade dos serviços oferecidos. O presidente destacou que a Saneago tem um grande desafio pela frente, já que ainda não tem oferta de 100% de água tratada em todos os municípios goianos. “Precisamos de investimento para ampliar algumas estações de tratamento. Temos que avançar muito, temos uma margem muito grande para crescer.”O gestor afirmou ainda que com relação a perdas, Goiás tem um dos menores índices do país. Enquanto a média nacional é de 38%, Goiás registra taxa de 28%. “E Goiânia ficou em terceiro lugar no ranking das capitais com melhor saneamento”, informou.Ricardo Soavinski disse que o projeto não trata da privatização da Saneago, diferentemente do projeto de lei que está em tramitação no Congresso Nacional. “IPO é uma oferta inicial de ações, isso até o limite de 49% não é privatização, é abrir para ter outros sócios. Isso é muito bom. A alternativa que a área econômica do Governo Federal está encontrando é só uma: privatizar 100%, que é o PL que está lá em Brasília. Esses sim acabam com contratos de programa, e para companhias que têm um viés social, isso sim é um arraso e prejudica frontalmente todas as companhias do país”.Por fim, o presidente ressaltou a importância de capitalizar a empresa para possibilitar investimentos que estão com estudos em andamento, como a construção de barragens em Goiânia e Aparecida.
17/10/2019 (00:00)
Visitas no site:  4796741
© 2019 Todos os direitos reservados - Certificado e desenvolvido pelo PROMAD - Programa Nacional de Modernização da Advocacia