Sábado
20 de Julho de 2024 - 

STANCHI & OLIVEIRA

Cotação da Bolsa de Valores

Bovespa 0,92% . . . .
Dow Jone ... % . . . .
NASDAQ 0,02% . . . .
Japão 1,86% . . . .

Previsão do tempo

Segunda-feira - Rio de Jane...

Máx
32ºC
Min
24ºC
Chuva

Terça-feira - Rio de Janei...

Máx
34ºC
Min
26ºC
Parcialmente Nublado

Quarta-feira - Rio de Janei...

Máx
35ºC
Min
27ºC
Parcialmente Nublado

Quinta-feira - Rio de Janei...

Máx
34ºC
Min
26ºC
Parcialmente Nublado

Controle de Processos

Projeto OAB Cultural movimenta advocacia maringaense com ações de preservação da memória, literatura e música

Lançamento do Clube do Livro com a presença do escritor Itamar Vieira Junior, autor do premiado romance “Torto Arado” e vencedor dos principais prêmios literários de língua portuguesa (Foto: OAB Maringá) Está em curso na OAB Maringá o projeto OAB Cultural, ação composta por três frentes: OAB Histórica (websérie), Clube do Livro e OAB Musical. As iniciativas integram o Programa de Financiamento da Excelência na Advocacia Paranaense (Proex), iniciativa da diretoria da OAB Paraná lançada em 2022 que permite o retorno dos recursos para as subseções em aumento de repasses, com maior maior autonomia para a gestão.“Os projetos da OAB Cultural envolvem a criação de um mini museu para exposição da memória da advocacia maringaense, o Clube do Livro, que teve em seu lançamento o renomado escritor Itamar Vieira Junior, autor do premiado romance Torto Arado, e ainda o lançamento previsto para esse ano de aulas gratuitas online de violão e piano”, esclarece o presidente da subseção, Eder Fabrilo Rosa.Além dessa iniciativa, o Proex viabilizou o Projeto Pogomons, que visa promover a conscientização e a instrução sobre o Estatuto da Criança e do Adolescente e direitos fundamentais a crianças da rede pública de ensino com o auxílio de personagens criados pelo advogado Vinícius do Canto. A iniciativa é realizada pela subseção em conjunto com a Comissão OAB na Escola.“A advocacia precisa receber da OAB mais do que já espera da OAB. A defesa das prerrogativas e a assistência profissional são vistas como o mínimo necessário para a classe. O extra, que vem através de projetos culturais e de inclusão e coesão (aproximando os advogados), é o que traz aos colegas o sentimento de pertencimento, de privilégio de representação, de orgulho”, avalia Fabrilo Rosa.Para o presidente da subseção, os laços entre a instituição e a classe serão fortalecidos com a percepção de que a OAB se preocupa não só com o profissional, mas também com cada inpíduo inscrito em seus quadros. “O amparo profissional, de prerrogativas e assistencial é o mínimo esperado, precisamos ir além e dar ao advogado e à advogada o sentimento de orgulho e representatividade em fazer parte do sistema OAB”, defende.“Por isso, projetos como o Proex são tão importantes e bem-vindos. A diretoria da Seccional, inovando e empunhando a bandeira da vanguarda novamente no Brasil, está de parabéns pela iniciativa. Nós, do interior, enxergamos em projetos como esse uma oportunidade para devolver ao advogado a expectativa que ele nutre pela OAB, em especial no interior, onde até então havia uma relativa carência dessa proximidade”, frisa.
19/06/2024 (00:00)
Visitas no site:  23221434
© 2024 Todos os direitos reservados - Certificado e desenvolvido pelo PROMAD - Programa Nacional de Modernização da Advocacia