Segunda-feira
24 de Fevereiro de 2020 - 

STANCHI & OLIVEIRA

Cotação da Bolsa de Valores

Bovespa 0,92% . . . .
Dow Jone ... % . . . .
NASDAQ 0,02% . . . .
Japão 1,86% . . . .

Previsão do tempo

Hoje - Rio de Janeiro, RJ

Máx
30ºC
Min
22ºC
Parcialmente Nublado

Terça-feira - Rio de Janei...

Máx
33ºC
Min
23ºC
Pancadas de Chuva

Quarta-feira - Rio de Janei...

Máx
34ºC
Min
25ºC
Chuva

Quinta-feira - Rio de Janei...

Máx
29ºC
Min
23ºC
Chuva

Controle de Processos

Rádio TJPR: conheça algumas raridades que estão em exposição no Museu do TJPR

Rádio TJPR: conheça algumas raridades que estão em exposição no Museu do TJPR São mais de 2 mil objetos históricos, dentre eles um grilhão – ferramenta que era utilizada para acorrentar escravos Sex, 24 Jan 2020 13:08:09 -0300 O programa de rádio do TJPR desta semana retrata a história de muitos objetos que estão em exposição no Museu do Tribunal de Justiça do Paraná (TJPR). Um deles chama a atenção da maioria dos visitantes: um grilhão, que na época da escravatura foi utilizado para acorrentar escravos. Também está em exposição um recibo de compra e venda de uma escrava, que foi adquirida por 40 mil réis. O Museu abriga mais de 2 mil peças. No local é possível encontrar máquinas de escrever antigas, louças, uma caneta bico de pena com o brasão da república, relógios, telefones, tinteiros, mobiliários, fotografias, mapas e um grande acervo de quadros de artistas paranaenses e nacionais. Um instrumento se destaca pelo seu simbolismo, pois representa o Judiciário: um martelinho confeccionado para realizar o primeiro Júri na Comarca de Andirá. Ele foi feito a pedido do Juiz de Direito Marino Bueno Brandão Braga, em 1949.    Além das peças em exibição, o Museu da Justiça possui inúmeros processos que mostram a evolução do Judiciário paranaense, muitos deles escritos com a caligrafia da época; são mais de 7 mil processos catalogados e que estão sendo digitalizados. A intenção é preservar esses documentos e, também, disponibilizá-los de forma digital para facilitar a consulta de pesquisadores e historiadores. Confira a entrevista com o chefe da Divisão do Museu da Justiça, o servidor Ibramar Socreppa.     Serviço: Museu da Justiça Horário: Segunda a Sexta, das 12h às 18h Endereço: Praça Nossa Senhora de Salette – Centro Cívico Contato: (41) 3200-2000 – museudajustica@tjpr.jus.br
24/01/2020 (00:00)
Visitas no site:  6045709
© 2020 Todos os direitos reservados - Certificado e desenvolvido pelo PROMAD - Programa Nacional de Modernização da Advocacia